O "Gordo 63", vinte anos mais tarde.